se minha obsessão  é ilusão

por que mói esta distância?

se querer é só vaidade

por que dói de dar ânsia?

se refém da indecisão

por que a falência?

do poder de transferência

das emoções que deposito em ti.

por que sem conclusão

procuro referências

nos sinais que não emana

no silêncio que provoca

esta excitação?

sigo… missing you

vagando por coordenadadas

neste canto

sem registros

cada minuto é um universo inteiro

o tempo que não conto,, nem revelo

queima a jato sem ti.

saudades