Sem Ressentimentos, FHC!

FHC está ressentido por seu candidato não figurar em nenhum dos polos que protagonizam as eleições. Poderia estar. Bastaria trilhar o caminho da social-democracia de centro esquerda, mas preferiu seguir como braço auxiliar das forças políticas do ódio e da vingança que rasgaram a Constituição e hoje ganharam expressão autônoma na figura do #coiso.

Pobre rico FHC deveria ter abraçado o capeta desde o início. As forças do centrão ou do chamado baixo clero  em três, dois, um (instante) vão abandonar a candidatura obtusa pseudo-centrista de Alckmin e carregar nos ombros o diabo em pessoa.

Parte expressiva dos eleitores – açoitados com uma veemente campanha contra os ideais dos trabalhadores e com uma indignação profunda contra as operações de corrupção e de expropriação dos recursos do Estado – quer “eliminar” os políticos (as aspas são um eufemismo meu). Quer “desinfetar o país” (de acordo com o que circula no Facebook).  Rentistas transnacionais, brancos empresários, classe média e profissionais liberais formam o núcleo duro desta força que conseguiu colocar na sua órbita despolitizados raivosos contra a política. São perturbados e escolheram a figura agressiva do #coiso para executar uma vingança contra “tudo isso aí”, com a ilusão de vão livrar o país do que eles mais demonizam, sem perceber que, ironicamente, escolheram o satanás para livrar o mundo dos diabos. Infelizes.

Infelizmente esse polo escolheu o caminho do fígado para fazer política.  Neste linha, o próprio FHC virou petisco e está como medo que a profundidade deste inferno – que ajudou abrir – possa vir a engolir as liberdades democráticas.

Você como sociólogo sabe que não existem super-heróis. Sabe que os candidatos representam interesses econômicos e estratos sociais e quem for eleito, uma vez empossado, vai ser chamado a atender aqueles a quem representa. Nesta linha, os trabalhadores organizados podem não ser o passeio pelas ruas de Paris que gostaria de fazer, mas são, certamente, hoje, as forças mais cristalinas em defesa da democracia no Brasil.  Ainda dá tempo FHC de escolher o lado dos que respeitam as regras e a Constituição cidadã. Aproveita sua ideia e traga Ciro, Marina e os demais que defendem a democracia.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: