Monstros: é preciso reconhecer que a cara é feia

A Federação das ‘Indústrias’ do Estado de São Paulo, vulgo Fiesp, está surpresa com a reação dos europeus e pedem respeito! Em nota oficial, diz ver “com espanto as ameaças de países europeus de travar o acordo União Europeia-Mercosul. E “aí eu pergunto” (como diria o falecido apresentador policial Marcelo Rezende): vocês já se olharam no espelho hoje?

Palíndromos e reflexões

Sim, porque vocês ‘industriais’ são o próprio reflexo do que há de mais atrasado no setor, quando comparado com os países desenvolvidos.

Buscam ganhos de produtividade esmagando os direitos trabalhistas e não no investimento em ciência e tecnologia (exceções vêm dos parcos acordos com universidades públicas).

Almejam uma mão de obra tão barata que empurram para as calendas o alcance da revolução 4.0.

Na política, se alinharam aos milicianos fluminenses com a esperança que qualquer bandido seria melhor que os intelectuais sociais-democratas do PT. Animaram a festa do Fora Dilma com steak de maminha e picanha para os aninhados em frente a sede da entidade na Avenida Paulista. E mesmo alguns como a Odebrecht e OAS sendo velados corruptores de políticos corruptos emprestaram o hipócrita apoio aos caçadores da “esquerda”. Como se os problemas estruturais da economia fossem os sindicatos e a consciência do trabalho. Ficaram com o “gozo de velho em culpar terceiros” em vez de empreender como fez a primeira geração das suas famílias.

Como herdeiros mimados conquistaram um governo a sua imagem e semelhança. Tanto faz como tanto fez, Vocês falam pela boca que verbaliza “cocô, merda e porra” do Bolsonaro. Deveriam estar orgulhosos pela sua obra.

O Brasil vai acabar em commodities

Sob comando da social-democracia, o país teve um Fundo Soberano, teve parque para desenvolvimento em tecnologia, mas agora a não-estratégia econômica exploratória e de simples comercialização de commodities e matéria-prima venceu.

Decerto, alguns dos seus diretores ou assessores já os admoestaram que mesmo que a “gringa” venha comprar empresas estatais na bacia das almas ou investir na exploração mineral e de saneamento de água e esgoto, virão com eles empresas que não serão as vossas. Concorrentes a menos no mercado mundial é uma regra da globalização.

Sinto que a desindustrialização do Brasil é parte da “não-estratégia” dos cowboys do agro-negócio que sempre vislumbraram o Brasil como o “celeiro do mundo”. E, agora, os fertilizantes, os agrotoxicos, os acessórios, as máquinas, os softwares, os irrigadores, as células fotovoltáicas de energia solar: tudo o que compram para produção dos grãos e gado são predominantemente de empresas que não são as vossas. Deveriam mais uma vez estar orgulhosos pela sua obra.

As queimadas e a expansão do “celeiro”

Além do corte de gastos, Paulo Guedes e Bolsonaro não têm estratégia de crescimento nem de nação. Assim como afrouxaram as regras trabalhistas (a vosso comando),derrubaram as restrições à exploração do meio-ambiente. Bem ao vosso estilo. Implacáveis e mimados. Tão ensimesmados que não se deram conta que a ecologia do planeta não pertence mais a uma única nação. Os ambientalistas são mais conservadores que vossas sanhas exploratórias. Não por outro motivo a não ser pelo diagnóstico que eventos climáticos extremos têm causas na ação predatória do homem e das indústrias (deviam saber disso). Conferências de cientistas medem cada molécula de carbono dispensada na atmosfera a contribuir com o aquecimento global. A indústria 4.0 (mesmo robotizando a mão-de-obra) se atém à chamada economia verde. Até a China faz sua lição de casa. Mas aqui é Brasil!! Se vossa vontade foi de colocar um miliciano na presidência ( com o apoio das Forças Armadas) para que se dar ao custo de “fazer a lição de casa ambiental”? É fogo na lenha. É incêndio na floresta para os madeireiros e terreno limpo para o garimpo e para o gado. Só se esqueceram que o mundo não é o celeiro do Brasil. Agora, ficam indignadinhos com os europeus que não aceitam a irresponsabilidade de quem deveria zelar pelo meio-ambiente-mundial. Vocês além de desindustrializados, deveriam estar orgulhosos por obrar deste modo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s