A fogueira dos conservadores

Os conservadores estão ateando fogo aos valores progressistas da sociedade.

Os conservadores estão ateando fogo aos valores progressistas da sociedade. E quais valores são estes? Essencialmente o respeito à misgenação, solidariedade, feminismo, tolerância religiosa e diversidade de gênero. Em suma, tratar com igualdade de respeito os diferentes, Ou seja, toda acomodação de costumes e valores éticos que floresceu das últimas gerações foi posta em xeque pelo conservadores.

E quem são os conservadores?

Numa definição grosseira, são aqueles que tem muito a perder. Em poucas palavras, os ricos, super-ricos e ultra-ricos. Eles estão numa cruzada de difícil consequência que é manter seu padrão de riqueza num sistema econômico que beira uma crise sistêmica. Com três vezes mais meio-circulante do que produto e cinco vezes mais dívidas do que produto é evidente que logo um choque econômico exigirá novos padrões monetários. Hoje proteger o capital é um problema que atormenta os ricos. Não há opção de investimentos imune aos riscos que rondam o capitalismo. E eles sabem disso e se movimentam em três frentes: econômica/financeira; política/militar e cultural/religiosa.

A primeira frente é a mais vulnerável às mudanças estruturais da economia que envolvem acelerada substituição dos meios e do modo de produção com a introdução de robôs mediados por inteligência artificial. A busca exponencial pela produtividade tende gerar mais lucro com mínima massa salarial e insuficiente para manter a roda do consumo. A velocidade da capitalização da renda tende a desacelerar abruptamente (este assunto rende um livro à parte).

Neste cenário, em que a desigualdade econômica tende a se aprofundar, os ricos recolhem seus ativos, descapitalizam os Estados e contam com a política apenas para conter revoltas e ondas migratórias ao redor do mundo. Neste sentido, buscam recrudescer normas e leis para afastar potenciais ameaças ao seu patrimönio e herdeiros, empregando recursos e forças militares, seja pela via estatal ou pelas armas de mercenários e milicianos, se necessário for. Para tanto precisam buscar consensos sociais. É necessário cooptar o apoio e a aprovação daqueles que estão fora do seu reduzido círculo. Daí o ataque às manifestações culturais e à onda de tolerância e diversidade religiosa. Sendo este aspecto superestrutural da sociedade o mais aflorado e o mais complexo para lidar, uma vez que reúne valores morais, éticos e símbolos vigentes no imaginário da sociedade.

Quem são os progressistas?

É limitado assumir que progressistas sejam apenas aqueles alinhados com a perspectiva de construção de uma sociedade mais justa com as diferenças, com mais igualdade econômica e com respeito à diversidade religiosa, racial e de gênero. Isso porque, os progressistas, paroxalmente, envolvem preservacionistas ambientais e de direitos de minorias – que são os jovens em sua esmagadora maioria. Certamente a esquerda no espectro político disputa a bandeira do progresso social e da conquista dos direitos dos trabalhadores e dos alijados da economia. Mas em todo o mundo, há uma dispersão das forças progressistas. A onda popular contra o aquecimento global e defesa do meio ambiente é um impulso social ainda sem uma consequência clara, uma vez que o que está em jogo é a construção de uma nova ordem econômica que substitua os combustíveis fósseis por renováveis, o trabalho humano pelo da máquina e o capital por algo que ainda não se sabe o que é (deixo esta questão para os economistas).

Talvez por isso, tenha virado “mantra” entre os conservadores atacar a utopia comunista. Revela, no mínimo, um pânico de que o futuro próximo está fora de controle.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s